O exame toxicológico é realizado a partir da coleta de uma pequena amostra de cabelos. Por meio da análise de fina mecha de cabelo (que tenha mais ou menos da espessura de uma caneta); ou de pelos corporais (peito, pernas, braços, axilas), pode-se detectar substâncias consumidas até 180 dias antes do exame.

O coletor deve cortar o belo próximo à raiz. Em casos especiais o exame toxicológico pode ser feito através da análise da amostra de unha.

Este tipo de procedimento, entretanto, é realizado somente quando é impossível coletar qualquer outro tipo de material por consequência genética ou de enfermidade.

O exame toxicológico é chamado de 'larga janela' porque detecta o uso de substâncias psicoativas (drogas) em um período de 90 dias antes da realização do teste.

Preparação necessária

Certamente uma das informações sobre exame toxicológico CNH mais buscadas pelos motoristas é sobre a preparação necessária para o exame.

O exame toxicológico não exige nenhuma preparação prévia. O uso de produtos como gel, shampoo, condicionador ou tintura não influenciam o resultado do teste.

As amostras são acondicionadas em kits apropriados e enviadas à Psychemedics para análise.

Pede-se apenas que o cabelo não esteja molhado no momento da coleta.

Substâncias detectadas

As substâncias detectadas no exame toxicológico CNH são:

  • maconha e derivados;
  • cocaína e derivados (crack, merla e outros);
  • anfetaminas (rebites);
  • metanfetaminas (speed, ice e outros);
  • ecstasy (MDMA e MDA);
  • opiáceos (heroína, morfina, codeína e outros),
  • codeína, femproporex, mazindol, oxicodona e anfepramona.

O exame toxicológico não detecta consumo de energéticos, antidepressivos, álcool, anabolizantes, calmantes e similares.